Fatores que estão influenciando a queda do milho 2018

Fatores que estão influenciando a queda do milho 2018

A safra do milho chegou ao fim e a principal preocupação do agricultor agora é em relação aos valores na hora venda. A baixa do milho vem se alastrando nos últimos meses e segundo a Safras & Mercado essa baixa irá se estender até novembro e dezembro ou até que a safra do soja se inicie.

O principal fator que está influenciando essa queda é que as tradings (empresas comerciais que atuam na intermediação entre vendedores e compradores) estão com uma alta quantia de grãos de milho estocadas em seus armazéns. De acordo com a consultoria, o mercado interno foi o principal alvo dessas empresas, com isso a exportação prevista do grão não foi alcançada. A pressão em relação aos preços internos estão a todo vapor devido a queda do dólar.

A perspectiva é que até o mês de janeiro a exportação dos grãos seja normalizada, principalmente pelo fato de que as empresas precisam escoar os grãos de seus estoques. Segundo a própria consultoria o fluxo em relação aos embarques não se encontram com problemas, está tudo de maneira normal. A questão é que a valorização do real está gerando certo pânico nas tradings.

A safra nos Estados Unidos

Outro motivo para a queda do milho no Brasil é a alta produtividade obtida na safra de milho nos Estados Unidos. Os climas da parte meio-oeste do continente melhoraram e com isso o rendimento foi um grande destaque.

Tal fato apresentou boa sustentação no mercado de exportação americana, fazendo com que o Brasil ficasse “esquecido”. Segunda a Safras & Mercado a produtividade das lavouras norte-americana tendem a diminuir devido às previsões de chuva e neve que deve acontecer. Porém, enquanto isso, o Estados Unidos passa na frente no quesito exportação no mercado internacional.

Os produtores que não tiveram um bom retorno em relação a safra de milho esperam confiantes por melhorias na safra deste verão. De forma regular as sementes já colocadas na terra seguem crescendo de ótima maneira trazendo ainda mais otimismo aos agricultores.

Deixe um comentário

Receber Atualizações